segunda-feira, 26 de junho de 2017

O Começo de Tudo

"Desde que nasci fui entregue a Ti; desde o ventre materno és o meu Deus." (Sl 22.10)

Tive o privilégio de crescer num lar cristão. Meus pais criaram eu e meu irmão com a rotina de ir à igreja ininterruptamente todo domingo, de manhã e de noite. Foi um ambiente de cresciemento muito saudável que graças a Deus construiu em meu viver uma base sólida de amor pela Palavra, amor pela Igreja e de busca pelo Reino de Deus em primeiro lugar. Mais tarde, porém, eu tive meu próprio encontro com Jesus, uma experiência de fato muito pessoal e particular que mudou minha vida para sempre.
Este encontro não aconteceu em um culto da Igreja, mas sozinha em meu quarto. Eu devia ter entre meus 8 ou 10 anos, e estava praticando um costume que eu tinha de tempos em tempos: arrumar o meu armário. Sim, eu gostava disso! Joguei tudo para o chão, no intuito de colocar de volta cada coisa em seu lugar, de maneira organizada e bonita. Eu sempre fazia isso, inclusive com o quarto todo, mudando as coisas pelo menos uma vez por semana. E em meio a esta arrumação do armário, eu encontrei um livrinho que eu nunca havia visto por ali. Ele era bem pequeno, fino, e suas páginas estavam amareladas, indicando ser um livro bem antigo. Na minha curiosidade de criança, que já gostava um bocado de ler, atraí-me com o título: “Características de Um Cristão Verdadeiro”. Instantaneamente este título me capturou. Talvez por que eu estava tendo dilemas internos sobre minha salvação, se eu realmente iria para o céu e me perguntando como eu poderia ter certeza disso. Na mesma hora eu parei a arrumação do armário, sentei no chão do quarto e comecei a ler o pequeno livro. Eu mergulhei! Esqueci de tudo! Cada página que passava era uma descoberta que estava ativando uma fome e sede tão grande dentro de mim por Jesus e pelas coisas Dele que eu mal podia respirar. Fora que, quanto mais eu lia sobre as características de um cristão verdadeiro, mais eu me constrangia por não ver em minha vida aquelas características. Não lembro se a linguagem do livro era simples para uma criança entender, só sei que cada palavra dele fez sentido para mim, como se o autor estivesse convivendo comigo e observando as crises do meu coração infantil. Sei que foi obra do Espírito Santo se revelando a mim, mesmo sem eu saber ou conseguir explicar o que eu estava experimentando. Cheguei ao final do livro em pouco tempo. Estava completamente quebrantada, sedenta, desesperada por um toque de Deus na minha vida mudando tudo o que eu era. Sim, ali eu tive convicção de que, mesmo indo para Igreja toda semana, mesmo tendo pais cristãos desde que nasci, eu precisava de algo mais, eu precisava ir mais fundo em Jesus, e agora eu estava vendo que existia algo realmente mais profundo. Chorei, me ajoelhei e fiz a oração de entrega da minha vida à Jesus que o autor ensinava. Emociono-me de lembrar a sensação que tive da Presença de Deus inundando meu quarto. Eu não sabia explicar, mas algo estava diferente em tudo ao meu redor e em tudo dentro de mim. Um brilho, uma paz, uma atmosfera tão terna... Todas os dilemas que já existiam dentro do meu coração contemplativo e questionador se silenciaram, e eu só tinha olhos para Ele. Eu não podia vê-Lo com meus olhos naturais, mas eu tinha certeza que O estava vendo... Eu tinha certeza que era Ele. Sim, era Jesus... comigo no meu quarto! E mais do isso... era Jesus comigo dentro de mim!
Exatamente a partir deste dia, tudo mudou em minha vida. Atitudes, pensamentos, desejos, sonhos, maneira de falar e agir... tudo mudou, e uma sede imensa por conhecer Jesus cada vez mais se instalou em meu coração. Com essa experiência aprendi uma chave que foi definitiva para toda a minha caminhada cristã desde então, e continua sendo algo completamente definidor em minha jornada com Cristo até hoje: o Lugar Secreto.
Depois dessa minha experiência de conversão no quarto a sós com Jesus, eu passei a ser uma apaixonada pelo lugar secreto. Comecei a frequentar meu quarto diariamente e intencionalmente para ver Jesus, admirá-Lo, adorá-Lo, falar com Ele e também ouvi-Lo, senti-Lo me tocar. Era a minha parte favorita do dia! Na minha percepção de pré-adolescente, eu não sabia explicar, só sabia que nesses encontros eu era profundamente transformada. Parecia que meu mundo finalmente fazia sentido, e as dores e feridas que já existiam na alma eram cada vez mais silenciadas e curadas. Eu estava conhecendo Jesus, estava aprendendo a reconhecer Sua presença comigo o tempo todo, eu estava conhecendo o Seu amor, e este amor estava preenchendo cada lacuna do meu ser.
A leitura, escrita, composição e música sempre foram uma paixão desde pequena. Cada melodia do violão ou palavras nos cadernos (ou blogs) sempre tiveram para mim o intuito de registrar ou expressar algo que vivi ou aprendi em meu andar com Deus. E este blog é mais uma inciativa de fazer uma das coisas que mais amo na vida: deixar pistas sobre Jesus por aí, de tal forma que as pessoas possam ter encontros transformadores com Ele, assim como eu tive.
Então, bem vindo(a) a uma extensão do meu lugar secreto!
Bem vindo(a) ao "Violão, Um Caderno e Jesus"! :-)

"Pois Nele vivo, me movo e existo." (At 17.28)

Suelen Migowski Vilela